Pouca gente consegue resistir aos excessos no carnaval, seja por conta da folia ou pelos dias de “férias”, nos quais se tem a sensação de que tudo é permitido. Em um caso ou em outro, é preciso tomar cuidado com os excessos, com o calor e com a alimentação, por isso ficar de olho em algumas dicas de cuidados com a saúde no carnaval 2018 nunca é demais. A primeira delas, e talvez a mais importante, é aproveitar esses dias que antecedem a festa e fazer um check-up rápido pelo plano de saúde, dando uma olhada na pressão arterial, no nível de glicose no sangue e no coração – afinal, nunca se sabe quando algum desequilíbrio pode estar prestes a estragar o divertimento. Vá ao seu médico do plano de saúde, mas não esqueça de seguir essas recomendações simples e saudáveis!

Mantenha sua vacinação em dia

É gente que não acaba mais, praticamente todos os lugares ficam lotados de moradores de férias, visitas de outros estados ou turistas estrangeiros, isso sem falar nas conglomerações de bailes e blocos de carnaval. E você sabe que em lugares com grande número de pessoas e altas temperaturas qualquer doença se propaga com muito mais facilidade, por isso preste atenção no seu calendário de vacinação e mantenha todas elas em dia para eliminar qualquer risco de contágio.

Dica: a antitetânica é uma das mais importantes, por causa da grande quantidade de latinhas e cacos de vidros espalhados nessa época.

Evite os remédios para ressaca

Abusou da bebida e não está aguentando o mal estar do dia seguinte? Nada como uma aspirina, certo? Errado: o ácido acetilsalicílico pode provocar gastrite, principalmente quando o estômago já está comprometido por causa da bebida. Por outro lado, o paracetamol pode provocar alterações no fígado.

O que fazer então? Água, o negócio é beber água para hidratar o organismo – já que o álcool o desidrata – e deixar que ele se recupere aos poucos, naturalmente, com bastante descanso, alimentação leve e nada de bebida alcoólica.

Dica: se você não abusar nem vai precisar passar por isso.

De boca em boca é que se pega mononucleose

Sexo só com camisinha, nada de ter um monte de parceiros, e avise caso tiver alguma doença ou estiver em tratamento: é melhor perder o companheiro ocasional do que perder a saúde. Mas que mal pode fazer dar um beijinhos por aí certo? Errado, mais uma vez.

Se o sexo desprotegido tem seus perigos, os beijos na boca também têm. Vem deles a mononucleose infecciosa, que já até ficou conhecida como a “doença do beijo” e que causa febre, dor de garganta e até aumento e inchaço do fígado e do baço.

Por outro lado é através do beijo que pode-se pegar também a herpes labial, que uma vez manifestada, não tem cura. Daí em diante basta estresse, excesso de sol ou queda na imunidade para as bolinhas que doem e coçam muito aparecerem. Mas nada de paranoia, porque ela só é transmitida quando as feridas estão aparentes. Dica: na dúvida entre espinha ou herpes, fique longe.

Alimentação e roupas leves

Leveza pode ser a palavra de ordem do carnaval, principalmente nesses dias de calor intenso. Além da hidratação, com pelo menos 2 litros de água por dia, aposte em roupas leves (com tecidos finos, naturais e que sequem com facilidade) e alimentação igualmente leve (saladas, lanches reforçados com carboidratos que geram mais energia, sucos de frutas, barrinhas de cereais). Dica: fique longe dos tecidos inflamáveis e das comidas gordurosas e pesadas, que atrasam a digestão e deixam o metabolismo mais lento.

Nada de automedicação

Está se sentindo mal por algum motivo? Basta tomar aquele remédio caseiro ou o comprimido que seu primo usa nessas horas para ficar novo em folha, certo? Errado! Em nenhuma situação você deve fazer a automedicação, por mais inofensivo ou natural que o remédio pareça ser, porque os resultados podem ser desastrosos.

Pegue sua carteirinha do plano de saúde e vá ao atendimento de emergência credenciado mais próximo. Lembre-se de que mesmo que o seu plano seja novo geralmente a carência para urgências e emergências é de apenas 24 horas, portanto você está coberto – dentro da regionalidade contratada em seu plano de saúde, claro.

Dica: baixe o aplicativo do seu plano e tenha toda a rede conveniada à sua disposição pelo smartphone.

Não passe o carnaval sem um plano de saúde

De jeito nenhum, porque aí é dar muito mole para a má sorte, principalmente quando é tão fácil fazer a contratação. Basta ver os planos oferecidos pelas operadoras que atuam na sua região, fazer um orçamento online sem compromisso e conversar com um vendedor especializado.

Faça agora mesmo seu plano de saúde e transforme o carnaval 2018 no melhor dos últimos tempos! Clique aqui para pedir uma tabela de preços de plano de saúde.